Sorriso, 28 de Fevereiro de 2015

 


Notícia

MT: Professores da UFMT rejeitam nova proposta do Governo

terça-feira, 31 de julho de 2012 08:09:57

O movimento grevista já dura mais de 70 dias; 19 mil estão sem aulas em MT

O movimento grevista já dura mais de 70 dias; 19 mil estão sem aulas em MT

A greve na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) continua sem data para acabar.

Os professores rejeitaram, no fim da tarde de segunda-feira (30), em assembleia-geral, a segunda proposta do Governo Federal de reajuste nos salários.

O movimento grevista já dura mais de 70 dias e deixa 19 mil alunos sem aulas em Cuiabá e nos campi do Interior.

Pela proposta oferecida pelo Governo, o reajuste mínimo passaria de 12% para 25%; o máximo, para professores com titulação maior e em dedicação exclusiva, permaneceria em 40%, além dos 4% já concedidos pelo Governo em uma medida provisória.

O aumento seria dado a partir de março de 2013, e não mais no segundo semestre do ano que vem.

O salário inicial de um professor com doutorado e de dedicação exclusiva passará, nos próximos três anos, para R$ 8.639,50. Atualmente, o valor pago é de R$ 7.627,02.

O rendimento inicial para professores com mestrado e dedicação de 40 horas saltaria de R$ 3.137,18 para R$ 3.799,70.

Os professores titulares com dedicação exclusiva – aqueles que estão no topo da carreira – passará de R$ 11,8 mil para R$ 17,1 mil.

A categoria reivindica reajuste de 22% nos salários, a reestruturação das carreiras técnicas e dos docentes, a democratização das relações de trabalho e a aprovação da carga horária de 30 horas para os técnicos administrativos.

Rádio Sorriso com Midia News

 

Comentários

Seja o primeiro a Comentar!
 

Notícias mais lidas

 

Cotações de Sorriso em 26/02/2015: Soja Balcão:R$ 48,50| Disponível: R$ 49,25| Milho Balcão: R$ 13,00| Milho Disponível Fut.: R$ 15,00| Arroz: R$ 56,00 - A Saca | Algodão Pluma: R$ 52,00A @ | Caroço do Algodão: R$ 500,00 | Suino Confinado: R$ 3,50 Fonte: Sindicato Rural de Sorriso