Sorriso FM 99,1

27/11/2010 12:15
Lida 6974 vezes.

Tâmara Figueiredo - Rádio Sorriso



É chegada a época de final de ano, Natal e um ano novo que se aproxima, nessa época as pessoas sempre buscam melhorar suas atitudes e fazer uma espécie de limpeza interior, esquecer as coisas ruins do passado em busca de uma vida nova, cheia de esperança e conquistas. Mas para que isso ocorra, deve-se passar pelo perdão ao próximo pelas falhas cometidas. Mas nem sempre isso é uma tarefa fácil.


O perdão e o seu poder curativo


A única força capaz de deter a corrente das recordações dolorosas é a capacidade de perdoar. A raiva - nossa reação natural às ofensas graves e às injustiças - surge com a maior facilidade.


Perdoar, para uma pessoa comum, não é fácil. É uma ação que nos parece quase anormal, porque nosso sentido de justiça diz que os ofensores devem pagar pelo dano que provocaram. Não somos os únicos a reviver uma ofensa que ficou gravada na parte mais profunda da nossa memória e de onde provém nossa dor.


Mas perdoar pode resultar em algo milagroso, de cura e reconciliação. A raiva, passiva ou agressiva, é como uma doença que se estende, corrói, rouba-nos a alegria e ameaça nossa saúde. Prejudica mais à pessoa que a sente do que à pessoa que é objeto dela. É preciso cortá-lo pela raiz, para o nosso próprio bem.


Alimentar sentimentos como o ódio, a raiva, a ira, ressentimentos, rancor, é uma forma de permitir que algum veneno que fique ali, à espera de ser extirpado. É importante dar-se uma segunda oportunidade: corrigir este terrível sentimento. Perdoar rompe as grades da dor que encarceram a mente, e abre a porta para novas possibilidades.


Mas o que significa perdoar? As pessoas conseguem perdoar verdadeiramente, sem que fiquem resquícios? É possível aprender a perdoar? O que diz a Bíblia sobre o perdão? Deus perdoa tantas vezes quanto a pessoa errar? Quais os pecados que Deus perdoa? Em que grau pode haver o perdão? O perdão livra o pecador da culpa do pecado? Deus exige fé, arrependimento, confissão de fé e batismo como condições para o perdão do pecador?


Sobre esta temática foram convidados representantes de várias entidades como Pastor Neto, da Igreja Batista Nacional; o Pastor Márcio Patzer, da Igreja Evangélica Luterana do Brasil; Cleuvis José, diretor da Associação Mãezinha do Céu; Jô Barcellos, secretária do Centro Espírita Caminho da Luz (e palestrante) e a psicóloga Suziane para discutir sobre esta polêmica temática.

Veja também


Enquete
O que você pensa sobre o aumento de R$ 42 no salário mínimo previsto pelo Governo Federal para 2020?
  • Parcial