12/01/2018 20:27

Quantidade de visualizações: 348

Fernando Luiz - Depto Jornalismo

Em cumprimento ao mandado de prisão expedido pela Justiça local e depois de várias investigações, o DHPP - Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa - logrou êxito em localizar e encaminhar à Delegacia de Policia de Sorriso, José Ribamar da Silva, acusado do assassinato de Luis Salles de Souza - 55 anos de idade – fato ocorrido na residência da vitima, no Bairro Nova Aliança.

O fato teria ocorrido entre os dias 22 e 24 de dezembro de 2017. No dia 22 a vitima foi vista pela ultima vez em um bar, quando após ingerir bebida alcoólica, teve um desentendimento com o acusado, motivado por um litro de cachaça.

“Não fui eu, nem sei do que estão me acusando, não fui eu, no bar todo mundo discute, sempre há desentendimento e quem está me acusando vai ter que provar”, comentou o acusado mais conhecido como “Ribinha”, já na DJC.

O fato da detenção de “Ribinha” foi comentado pelo delegado Dr. Nilson Farias, elogiando o trabalho dos investigadores. “Realmente o nosso pessoal têm trabalhado sem parar e conseguiu localizar o acusado e cumprir assim o mandado de prisão da Justiça e agora temos um prazo para concluir o inquérito e buscar robustecer as provas contra o mesmo e deixá-lo a disposição da Justiça”.

Conhecidos estranham sumiço da vitima

Depois de dois dias sem “dar as caras”, amigos e vizinhos da vitima foram até a casa em que o mesmo residia com parentes, - mas que estava sozinho ultimamente – e estranham o mau cheiro exalado do interior da residência e acionaram a Policia Militar, que ao chegar ao local encontraram o homem morto já em decomposição. No interior da residência muito sangue espalhado pelo chão e paredes.

A Polícia Civil, comunicada da ocorrência, imediatamente iniciou as investigações para elucidar o crime e chegou ao nome de “Ribinha”, pela desavença no bar e por que a vitima não possuía nenhum outro desafeto no bairro.

O corpo foi encontrado na véspera do Natal e encaminhado para o Instituto Médico Legal que na necropsia constatou que a vitima recebeu vários golpes de objeto perfuro cortante. Segundo populares, Luis Salles ganhava a vida recolhendo latinhas pelas ruas da cidade.

​Sorriso: Homem é detido pelo DHPP acusado de homicídio​Sorriso: Homem é detido pelo DHPP acusado de homicídio​Sorriso: Homem é detido pelo DHPP acusado de homicídio​Sorriso: Homem é detido pelo DHPP acusado de homicídio​Sorriso: Homem é detido pelo DHPP acusado de homicídio​Sorriso: Homem é detido pelo DHPP acusado de homicídio​Sorriso: Homem é detido pelo DHPP acusado de homicídio