Sorriso FM 99,1

15/05/2018 16:50
Lida 503 vezes.

Assessoria

A equipe da Secretaria de Articulação Institucional e Desenvolvimento da Cidadania (SAI) do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) estará em Sorriso mobilizando todos os segmentos da sociedade civil e representantes de instituições públicas dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, para que participem do evento Consciência Cidadã, que será realizado na próxima quinta-feira (17/05), no município. A programação tem início no dia 17 de maio, quinta-feira, às 18h30, no Centro de Eventos Ari José Riedi na Av. Blumenau, s/n, Bairro Rota do Sol, Sorriso (397 km da capital). Não há necessidade de inscrição prévia, a entrada é gratuita e toda a população do município e região está previamente convidada.

O Consciência Cidadã tem por mérito ser um espaço de diálogo entre a sociedade e o Tribunal de Contas no qual os cidadãos têm oportunidade de conhecer as ferramentas disponíveis para o acesso a informações úteis ao acompanhamento das políticas públicas de sua cidade, seu Estado, e até seu país. É também uma oportunidade para os cidadãos conhecerem um pouco mais sobre o trabalho realizado pela Corte de Contas.

Antes do início dos debates, o vice-presidente do TCE-MT e supervisor do programa, conselheiro interino Luiz Henrique Lima, fará palestra sobre Controle, Corrupção e Cidadania. A secretária de Articulação Institucional e Desenvolvimento da Cidadania, Cassyra Vuolo, responsável pelo Consciência Cidadã, também fará uma exposição sobre controle social e cidadania. Na sequência, o debate contará com a presença do conselheiro interino, de um procurador do Ministério Público de Contas (MPC), de um juiz da Comarca, e de um promotor de Justiça.

Segundo Cassyra Vuolo, antes de iniciar os debates, o Tribunal de Contas irá apresentar aos participantes os indicadores do município, nas áreas de educação, saúde e gestão fiscal, a fim de municiar os cidadãos e os debatedores da real situação das políticas públicas de Sorriso. "É importante que a população saiba que o TCE fiscaliza todos esses setores para que ela crie a rotina de buscar informações junto ao Tribunal", reforçou.

O coordenador do Observatório Social de Sorriso, Savio Junior Zaniolo, espera a participação de muitos representantes de Conselhos Municipais de Políticas Públicas e de entidades "porque todo mundo quer saber como obter informações sobre os gastos públicos, como fazer denúncias e também de como funciona o Tribunal de Contas, que faz o controle externo", disse.

A edição 2018 do Programa Consciência Cidadã teve início em Primavera do Leste, no mês de março e logo depois em Sapezal. Depois de Sorriso será a vez de Querência em junho e, por fim, Cuiabá, em novembro. Este ano o número de municípios atendidos caiu para cinco, quatro a menos que no ano passado, quando o Programa foi realizado em nove cidades. O motivo é o período eleitoral, que obriga o TCE a suspender as ações no interior, de julho a outubro.

Veja também


Enquete
Em sua opinião, qual o principal desafio dos educadores?
  • Parcial