Sorriso FM 99,1

14/02/2019 06:42
Lida 519 vezes.

Assessoria

Acompanhado pelo vereador Toco Baggio e pelo secretário-adjunto de Fazenda, Helder Umburanas, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin, reuniu-se na manhã de hoje (13), em Cuiabá, com a secretária de Estado de Educação, Esporte e Lazer, Marioneide Kliemaschewsk e com o assessor da pasta, João Batista de Oliveira.

Em pauta, a viabilização da construção de duas unidades escolares do Estado no município, uma no Residencial Mário Raiter e outra no Portal Kaiabi, que vai abrigar a Escola Militar Tiradentes Cabo Dilceu Amaral. Ainda no ano passado, a Administração Municipal assinou com o Governo do Estado o convênio para a construção das unidades, cujos projetos foram elaborados pela equipe técnica da Secretaria da Cidade e um dos projetos chegou a ser licitado pelo Departamento de Licitações.

Outra demanda levada pelo gestor sorrisense diz respeito às atuais instalações da Militar, que funciona nas salas anexas ao Park Shopping Sorriso. “Sabemos que a Comissão Pró-Escola Militar pleiteia um espaço mais adequado para a unidade até que o prédio definitivo seja construído, por isso, também levamos esta solicitação para a secretária”, relata o prefeito, informando que a secretária comprometeu-se em analisar a solicitação e deve trazer uma resposta no dia 7 de março, quando virá a Sorriso para visitar as unidades escolares do Estado e também se reunir com a Administração Municipal.

Ao mesmo tempo em que o prefeito discutia com a titular da Seduc esta situação, a Comissão Pró-Escola Militar também se reuniu com representantes da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Semec) e da Câmara de Vereadores. “Estamos buscando, de maneira coletiva, ajudar a encontrar um local que possa atender todas as demandas da unidade”, informa a secretária da pasta, Lúcia Korbes Drechsler. Até o ano passado, a Administração Municipal arcava com o pagamento do aluguel da unidade, mas agora o Estado assumiu esse custo.

Veja também


Enquete
Qual sua opinião sobre as mudanças do trânsito nas perimetrais em anexo à BR 163?
  • Parcial