Agora: Recordações

Escola 13 de maio não descarta expulsar alunos envolvidos em suposta ameaça de ataques

Ivan Oliveira em 05/04/2019 às 07:10. Lida 2084 vezes.


A Escola 13 de Maio ainda não definiu qual atitude vai tomar quanto aos alunos identificados em uma suposta ameaça de massacre a unidade. De acordo com a coordenadora pedagógica, Lurdes Bigolim, o Conselho Deliberativo Escolar, que reúne pais, alunos e professores deve tratar do assunto ainda hoje. "Digo que a escola é a que sempre oferece uma segunda chance, mas a vida não. No entanto precisamos de uma medida que realmente seja eficiente", disse a professora.

Ela contou ainda que os pais de alunos da escola tem pedido a direção que medidas dura sejam tomadas. Em função disso a escola preferiu suspender as aulas também neste sexta-feira (05.04), assim como aconteceu ontem, depois que a noticia da suposta ameaça foi noticiada pela Sorriso FM.

"Continuaremos tratando o caso com toda transparência. Assim que tivermos uma decisão tomada vamos comunicar", finalizou a coordenadora.

Conforme a Sorriso FM já informou, o delegado de Polícia, André Ribeiro, confirmou para a Sorriso FM que já ouviu todos os alunos envolvidos na suposta ameaça de massacre na Escola Estadual 13 de Maio, em Sorriso. Os depoimentos foram colhidos na tarde de ontem. Foram ouvidos os sete alunos que estavam no grupo de WatsApp em que as mensagem foram escritas. Como os envolvidos são menores de idade os nomes não foram divulgados.

"Eles nos contaram que a principio era um grupo de trabalho escolar de educação física e ai eles resolveram um mudar o nome do grupo, um mandou uma foto e o outro escreveu as mensagem. Disseram que só queriam "zoar", contou o delegado. "São meninos de boa família, choram muito, os pais choram muito, estão todos muito arrependidos", informou.

Ainda de acordo com a checagem da polícia, nenhum dos alunos tem envolvimento com qualquer ato ilícito. "Foi apenas uma brincadeira infeliz", definiu Dr André.

Todas as informações sobre os desdobramentos do caso você acompanha no programa A Voz do Povo, às 10h.


Enquete


Você é contra ou a favor do pagamento de salário para presos?
Parciais