Sorriso FM 99,1

Prefeitura encaminha à Câmara de Vereadores lista de obras cadastradas no PAR e solicita apoio para atender as demandas da educação

15/04/2019 06:39
Lida 657 vezes.

Assessoria

A Prefeitura de Sorriso encaminhou à Câmara de Vereadores a lista de obras elencadas no Plano de Ações Articuladas – PAR 2016/2020, documento este elaborado pelo município onde estão apresentadas as demandas educacionais, com base no diagnóstico realizado pela Administração Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura.

No ofício enviado a todos os vereadores nesta manhã (12), estão obras como a construção de escolas de ensino fundamental, construção de centros de educação, aquisição de ônibus escolares, equipamentos de informática, mobiliários escolares e cursos de formação pedagógica, que visam o atendimento à população estudantil.

“Temos esse planejamento elaborado há algum tempo e estamos solicitando aos edis que busquem, junto à sua bancada Federal, a viabilização de recursos para essas obras já cadastradas no PAR. Sabemos da escassez das destinações dos recursos federais, mas precisamos continuar em busca das emendas parlamentares e parcerias para fazermos mais pela educação, pois as demandas só aumentam”, pontua o prefeito Ari Lafin.

A secretária de Educação e Cultura de Sorriso, Lúcia Drechsler, explica que o levantamento fora feito ainda em 2017 e ressalta a importância da parceria com o Legislativo para que as obras e demais demandas sejam realizadas.

"Fizemos o diagnóstico em 2017 e cadastramos nossas prioridades no sistema do Governo Federal. Em 2018 buscamos, em Brasília, a agilidade das obras já em construção no município, como os Cemeis Nova Aliança e Rota do Sol, e ainda a viabilidade de recursos para as novas demandas encaminhadas a partir deste diagnóstico. Acreditamos no trabalho em conjunto entre Executivo e Legislativo e, por isso, solicitamos o apoio dos vereadores para que juntos possamos fomentar o atendimento dessas demandas", observa Lúcia.

Veja também


Enquete
Você aprova ou desaprova o projeto da Reforma da Previdência?
  • Parcial