Sorriso FM 99,1

15/04/2019 09:24
Lida 1011 vezes.

G1/MT

A moradora de Sorriso, a 420 km de Cuiabá, Martinha Morais de Oliveira, de 63 anos, morreu, na sexta-feira (12) após realizar a cirurgia para colocação de próteses nos membros inferiores, no Hospital Geral Universitário (HGU), na capital. A idosa aguardava pelo procedimento desde fevereiro.

Em princípio, Martinha estava internada no Pronto Socorro de Cuiabá à espera de uma vaga em uma unidade hospitalar onde a cirurgia vascular denominada ponte-tromboendarterectomia aorto-femoral pudesse ser realizada.

A idosa foi transferida para o HGU após uma liminar concedida pelo juiz Wladys Roberto Freire do Amaral, no dia 23 de março. Na decisão, ele determinou que o procedimento cirúrgico fosse realizado no prazo máximo de cinco dias, sob pena de multa ao estado.

De acordo com a filha da paciente, Roseli Pavan, a idosa passou pelo procedimento, na quinta-feira (11) e foi encaminhada para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde ficou em observação. Entretanto, faleceu no dia seguinte.

"Ela não morreu por não por as próteses, nem teve os membros amputados. Ela faleceu porque não resistiu ao procedimento cirúrgico", destacou.

Veja também


Enquete
Você aprova ou desaprova o projeto da Reforma da Previdência?
  • Parcial