Sorriso FM 99,1

11/07/2019 17:56
Lida 515 vezes.

Fernando Luiz - Depto Jornalismo

O presidente da CDL Sorriso Paulo Silvestro e Denival Bitencourt, superintendente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Mato Grosso apresentaram junto ao Legislativo um projeto para fortalecer o comercio de Sorriso.

“Temos hoje a necessidade da participação efetiva na vida pública, por isto a aproximação com os vereadores, deputados e senadores e então esta missão da FCDL - Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas aqui em Sorriso, é instituir a segunda Frente Parlamentar no estado de Mato Grosso – a primeira está em Cuiabá – e para isto já nos reunimos com todos os vereadores e a recepção foi excelente e queremos assim tratar de todas as ações que envolvam o comercio local” frisou Silvestro.

O projeto prevê que os vereadores das diferentes bancadas tomem conhecimento de todas as questões, desde as ambientais, alvarás, taxas, contribuindo assim deforma preventiva, oportunizando a criação de Leis aplicáveis, sendo fornecido material como pareceres, relatórios, teorias dando oportunidade para que o Legislativo tome conhecimento das matérias que envolvam a área comercial do município.

Por sua vez o Legislativo assumiu, através da mesa diretora dos trabalhos o compromisso de, após o recesso desta segunda quinzena de julho, já na primeira semana de agosto, efetuar o encaminhamento de requerimento para aprovação da Frente Parlamentar do Comercio em Sorriso.

Segundo o presidente da FCDL - Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Mato Grosso, esta Frente Parlamentar já está instituída em várias cidades brasileiras num trabalho da CNDL, -Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, numa forma de incentivo ao empresariado lojista em se envolver nas políticas públicas locais e estaduais não deixando somente na iniciativa política.

“Como o presidente da CDL de Sorriso comentou, nem todos tem o conhecimento de algumas normas e algumas políticas públicas muitas vezes aprovando leis na contramão do que se defende e sim gerando leis de negócios favoráveis como a desburocratização e estamos num momento que o pais busca retomar o crescimento e o município crescendo acreditamos que o estado e o país terão um maior desenvolvimento”, resumiu Bitencourt.

Veja também


Enquete
Qual sua opinião sobre os políticos brasileiros?
  • Parcial