Agora: Recordações

​Secretário municipal de Saúde, Luis Fabio Marchioro fala sobre portaria que nomeia o Centro Universitário Athenas como ganhador do direito de implantar o Curso de Medicina em Sorriso.

Tâmara Figueiredo em 29/08/2019 às 15:24. Lida 771 vezes.

O secretário municipal de Saúde, Luis Fabio Marchioro esteve falando ao vivo no programa A Voz do Povo desta quinta-feira, 29/08 sobre a confirmação do curso de Medicina em Sorriso. Uma portaria foi publicada nomeando o Centro Universitário Athenas como o grupo ganhador para implantar o curso em Sorriso. Ele contou como iniciou todo o trâmite até chegar a esta confirmação.

"No final do ano de 2017 o Ministério da Educação lançou um edital para chamamento de faculdades ou universidades que tivessem interesse em abrir curso de medicina em alguma cidade do País. Inicialmente abriu-se para que os municípios que tivessem interesse em ter um curso de medicina, que deveriam se inscrever e mostrar interesse. No estado de Mato Grosso somente Sorriso foi contemplado com esta oportunidade de ter o curso de medicina implantado".

“ Num primeiro momento saiu que Sorriso estava credenciado, março de 2018 o Ministério disse que municípios credenciados deveriam passar por uma avaliação técnica, enviou dois técnicos doutores, um da USP e outro da UNB ligados ao Ministério da Saúde, um doutor em Educação e outro doutor em Medicina vieram a Sorriso, sem manter contato com entes da cidade, nenhum tipo de contaminação. Fizeram avaliações para saber se Sorriso teria condições de receber o curso de medicina. Porque são muitas as exigências, tem que ter por exemplo, 5 vezes o número de vagas da faculdade em leitos de hospital de SUS. Como são 50 vagas para acadêmicos, Sorriso e região tem que ter disponível 250 leitos, porque esses acadêmicos irão usar como estágio”.


São necessários 250 leitos de hospital na região

“Então nós com o Hospital Regional, temos cerca de 120 leitos. A UPA entrou com uns 10 leitos. E aís estávamos barrados nisso, mas foi feito uma visita a todos os leitos com esses doutores. Depois disso, o prefeito Ari como um líder regional presidente do Consórcio de Saúde, e pediu o apoio dos municípios de Lucas do Rio Verde, Tapurah, Santa Carmem ou Claudia , municípios da região ajudaram para gente chegar nesse número, mas não era o suficiente. O prefeito solicitou a ajuda, junto com o deputado Xuxu Dal Molin, ao governador Pedro Taques que disponibilizou também o Hospital Regional de Sinop como complemento das vagas que faltassem para estágio. Então temos o Hospital Regional de Sorriso, Hospital Regional de Sinop. Leitos de Sorriso e de municípios da região, após isso, os técnicos elaboraram um relatório dizendo que Sorriso tem uma excelente estrutura de saúde pública, que comportaria o curso de medicina”.

O secretário falou quais são os próximos passos “Li a mensagem do reitor da assinatura do termo da implantação do curdo de Medicina em Sorriso. O reitor disse que vem daqui 15 dias para locar um imóvel ou uma construção do zero. Mas uma construção terá toda demora de uma construção e gostaríamos que fosse instalado o mais breve possível e se fosse possível a locação e que já lance vestibular no início do ano que vem, mas temos a consciência de que possa ter uma demora de ser lançado esse vestibular no meio do ano que vem”.



Enquete


Você é contra ou a favor de eleições para diretores e coordenadores de escolas públicas municipais?
Parciais